12/07/2006

De novo a Revolta



Para os interessados, aqui fica o compacto do programa Revolta dos Pasteis de Nata da semana passada, em que o tema era a música pimba. Retirei todos os momentos de humor, já que estes pouco ou nada fazem rir, e quanto a mim tornam o programa chato. Deixo-vos portanto só as conversas com os convidados (Manuel Moura dos Santos, Emanuel e Raquel Bulha).

Destaco aqui as afirmações do Manuel Moura dos Santos, que do alto da sua ignorância ataca a Antena 3 e a Raquel Bulha, admitindo logo depois que afinal nem ouve a Antena 3. Caindo assim por terra as suas acusações contra a Antena 3 não passar música nacional. É certo que música popular só à sexta e uma música, mas música portuguesa passa muita. Vejam que vale a pena, apesar dos 40 minutos.

14Pessoas cantarolaram ao som desta música:

At 12/07/2006 06:25:00 PM, Blogger Bruno Coelho said...

o Manuel Moura dos Santos foi bastante estúpido nesse programa

 
At 12/07/2006 06:27:00 PM, Anonymous Cris said...

Coitaaaaadooooo!!

 
At 12/08/2006 10:03:00 PM, Blogger Migas-o-Sapo said...

Só neste programa? Chiça, e eu que pensava que ele o era sempre.
Coitado mas é de mim!

 
At 12/10/2006 12:52:00 PM, Blogger Undisclosed Recipient said...

Foi quando eu desisti de continuar a ver o programa. Nem podia acreditar que ele ignora a Quinta dos Portugueses, excelente exemplo de um dia inteiro a dar música portuguesa. Agora em língua portuguesa, que era o que ele devia querer dizer, já é outra história. Mas acho que não se resolve com quotas... pois se o público da Antena 3 não é de música pimba para quê tentar fazer daquela rádio o bode expiatório?

 
At 12/10/2006 03:02:00 PM, Anonymous Anonymous said...

Ignorâncias á parte do MMS, este videoblog entrará certamente no "Guiness Book" pelo o mais longo video na blogosfera! Mas, foi óptimo rever este programa! Obrigado! :-)))

 
At 12/10/2006 03:44:00 PM, Blogger Tino_de_Rans said...

E eu editei-o, mas não queria cortar as conversas, que axo que é o mais importante. É só para os mesmo interessados. Os outros passem à frente.

 
At 12/11/2006 09:25:00 AM, Anonymous arnaldo toy said...

Ola
sempre que aparecem estes pseudo-criticos a falar de musica em televisao ja sei que provavelmente vai sair coco.
Foi engracado ouvir o manuel moura santos dizer que o Jorge Palma Joao Gil, Rui Veloso, se enquadram dentro da musica pupular.
Perguntem a qualquer destes artistas referidos se tem a mesma opiniao. lol
Alias estes musicos que ele referiu nao passam do "belor e o mofo" da musica portuguesa.
vivem de best offs e a pala da spa e depois vem com a eterna estoria da musica portuguesa e a sua cota nas radios nacionais (pois ja nem as radios tocam as vossas musicas).
Sao bons em criticar as novas bandas muitas delas hoje em dia conhecidas muito devido a antena 3
radio que criticam ferozmente simplesmente por nao passarem a sua musica ja esgotada,antiquada e retrogada.
para terminar um concelho a todos estes "artistas" do "nucleo duro" da musica portuguesa :

Obrigado pela vossa contribuicao para a musica portuguesa (nao estou a ser ironico)
contribuiram no vosso tempo
obrigado... agradeco...
Mas agora deixem as novas bandas e nova musica portuguesa em paz...

ps: Comprem o novo disco do Sergio Godinho e tirem uns apontamentos.
Pena tambem hoje em dia a vossa falta de humildade.

 
At 12/14/2006 01:37:00 PM, Blogger Migas-o-Sapo said...

Primeiro: queria dizer que acho estranho o Tino_de_Rans dizer que retirava os vídeos porque era o que menos graça tinha. É curioso, deve ser das poucas pessoas que pensa assim. Não é uma crítica, é uma constatação de um facto em tom de louvor, porque isso o torna uma raridade de pessoa. Eu, pessoalmente, acho que os vídeos são o que há de piada no progama. Se se suprimisse a conversa, às tantas ninguém dava por nada.
Segundo: eu sou um nabo e, por isso, não compreendo nem as críticas nem o conselho (e não concelho) do Senhor Arnaldo Toy. Que falta de humildade? Que música retrógrada, se é que isso se pode chamar a um estilo musical? Em princípio, há tendências musicais no tempo mas a música é intemporal. Que novas bandas e nova música portuguesa? São estes pequenos intérpretes populares que ainda a fazem, mal ou bem, sobreviver! Se já viste aqui alguma crítica a alguma banda ou cantor ou estilo, diz porque eu devo estar mesmo muito mal dos olhos e não a vi. E depois o nome... Toy... hummm... Não estarás tu "estupidamente apaixonaaaaaaaaaaaaadoooo"? É que a paixão dá-nos a volta ao miolo.
Olha, a sério, fica bem.

 
At 12/14/2006 02:24:00 PM, Blogger Tino_de_Rans said...

Os momentos de humor da Revolta são das coisas mais deprimentes da Tv portuguesa...

 
At 12/14/2006 06:30:00 PM, Blogger Bruno Coelho said...

não acho...

 
At 12/15/2006 10:00:00 AM, Blogger Migas-o-Sapo said...

Concordo com o Bruno Coelho. É certo que nem tudo é hilariante mas acho que esses vídeos são o mais engraçado na "Revolta".

 
At 12/19/2006 07:23:00 AM, Anonymous Arnaldo toy said...

Migas
em primeiro lugar bater em alguem por simples erros ortograficos e.... fraquinho, para alem de ja estar muito visto aqui no blog.
tinhas mais assunto em que falar.

Segundo, a dormir nao sei , mas que andas pouco atento la isso e verdade.

eu nao vejo a mesma tv que tu.
eu nao ouco as mesmas radios que tu.
eu nao gosto da mesma musica que tu.

emfim , temos opinioes diferentes.

ps: quanto ao alter ego TOY uso-o em simples tom de ironia.
sabes o que e isso ?

fica bem.

 
At 12/20/2006 12:24:00 PM, Blogger X-Filer said...

"Tino_de_Rans said...

Os momentos de humor da Revolta são das coisas mais deprimentes da Tv portuguesa..."

Enfim... Gostava de saber o que é para ti deprimente. É que de certeza que é um conceito bastante diferente daquele que vem no dicionário... Acho até uma forma bastante salutar e bem disposta de por vezes mostrar os podres que existem (aos montes) na sociedade de hoje. Quanto ao Migas-o-Sapo, devo dizer que de facto não tem razão e que é verdade que os que vêm criticar que não passa música portuguesa referem-se mais a "música em português". E sim, vivem ainda de música dos anos 80 para trás...

 
At 12/21/2006 11:44:00 AM, Blogger Migas-o-Sapo said...

Eu não bato em ninguém por causa de erros ortográficos, eu também erro. Agora, eu apenas chamei a atenção, tal como eu gosto e exijo que me chamem também quando eu erro.
A dormir não que eu durmo pouco mas, verdade seja dita, sou muito distraído. :)
Sim, quase de certeza que não vemos as mesmas televisões nem ouvimos as mesmas rádios nem gostamos das mesmas músicas nem damos a mesma comida aos cães (agora vá, sou só eu a ser irónico com esta dos cães, o que prova que sei o que é a ironia). Opiniões diferentes agradam-me. Havia aqui um homem que dizia que "a beleza está na diferença".
Sobre o resto, mantenho o que digo:
1º- Eu sou um nabo. Nabo é bom.
2º- Que falta de humildade? Que música retrógrada, se é que isso se pode chamar a um estilo musical? Em princípio, há tendências musicais no tempo mas a música é intemporal. Que novas bandas e nova música portuguesa? São estes pequenos intérpretes populares que ainda a fazem, mal ou bem, sobreviver! Se já viste aqui alguma crítica a alguma banda ou cantor ou estilo, diz porque eu devo estar mesmo muito mal dos olhos e não a vi.
Fica bem, Toy. :)
Agora o X-Filer... Concordo com a primeira parte do comentário... mas não com a segunda.

 

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home

eXTReMe Tracker