7/26/2006

Mário com "Dois amores eu tenho"

Filho de um dos mais míticos casais da música portuguesa (Crispim e Lena do Duo Ele e Ela), Mário seguiu as pisadas dos seus pais e também ele lançou os seus discos. O que vos trago hoje é o disco "Dois amores eu tenho", mas Mário lançou também outros trabalhos na companhia do seu pai, e julgo que fez parte do Conjunto Cócó Ranheta e Facada, grupo promissor que acabou por nunca singrar.
Quanto a este disco que vos mostro aqui hoje, é claramente uma resposta de Mário ao sucesso de Marco Paulo - Eu tenho dois amores - com a diferença de que aqui Mário prefere falar do amor pelos seus pais ao invés de Marco Paulo, que não se consegue decidir entre o amor de uma loira e de uma morena. Mário demonstra assim que além de divertida a sua família é bastante únida, muito ao jeito dos One Love Family, grupo Reggae que quem mora em Coimbra certamente conhece, sendo os seus membros todos da mesma família, um pouco como o Conjunto Cócó Ranheta e Facada, que espero um dia poder mostrar aqui no blog.
Enquanto isso não acontece, ouçam aqui "Dois amores eu tenho" de Mário.

17Pessoas cantarolaram ao som desta música:

At 7/26/2006 05:33:00 PM, Anonymous Anonymous said...

Camarada, tenho andado por "cá" a ver, ler e sacar algumas das preciosidades "postadas". Tenho a dizer que me apaixonei por este blog.
Não se limitam a música "pimba". Aliás, e muito bem, divulgam a nossa verdadeira música popular (de qualidade eventualmente duvidável, mas que se existe é porque tem mercado).
Resumindo, que se lixe a qualidade. Esqueçam os meus predilectos (e com os cds adquiridos) Pedro Barroso, os Madredeus, o Godinho ou a Mafalda Veiga.
Abraços e parabéns!
Rui (aka happy) Barbosa

 
At 7/26/2006 05:50:00 PM, Blogger Tino_de_Rans said...

Caro anónimo, esquecer (ainda mais) Pedro Barroso é um crime. É sem dúvida dos maiores cantores em Portugal, o título que muitos lhe atribuem é sem dúvida merecido, é o último trovador em Portugal e disso não tenho dúvidas, a sua qualidade é inquestionável. Posso colocar aqui apenas Música Popular, mas sem reconhecer a boa música que se faz por cá, e Pedro Barroso é um dos meus preferidos, e um artista a que sou muito sensível. Menina dos olhos de água é uma música como já n se faz...

 
At 7/26/2006 06:52:00 PM, Blogger nitapika said...

Ora cá está mais um belo hit ;)

 
At 7/26/2006 09:34:00 PM, Anonymous Anonymous said...

O Marco Paulo indeciso entre uma loura e uma morena e o Mário entre um careca e uma cabeluda :) E atenção que o título é mesmo em jeito d pirraça "Dois amores TAMBÉM eu tenho" so falta colocar no final o tipico "Oh chouriço!".

 
At 7/26/2006 09:35:00 PM, Anonymous Nika said...

o post acima foi meu, esqueci.me de o assinar. tsc tsc

 
At 7/27/2006 10:20:00 AM, Anonymous Anonymous said...

Só me falatava ver Pedro Barroso referido no meio desta pândega. Divirtam-se lá com as vossas musiquinhas pimbas mas respeitem quem merece. Pimbas há muitos, Pedro Barroso só há um.

 
At 7/27/2006 04:47:00 PM, Anonymous X-File said...

TINO DE RANS SPAMMER AZEITEIRO DO CRL, PÁRA DE SPAMAR A SALA DE CHUTO

 
At 7/27/2006 04:47:00 PM, Anonymous Anonymous said...

TINO DE RANS SPAMMER AZEITEIRO DO CRL, PÁRA DE SPAMAR A SALA DE CHUTO

 
At 7/27/2006 04:47:00 PM, Anonymous Anonymous said...

TINO DE RANS SPAMMER AZEITEIRO DO CRL, PÁRA DE SPAMAR A SALA DE CHUTO

 
At 7/27/2006 07:42:00 PM, Blogger Irredutível said...

Já conhecia essa familia, de um programa que deu na TVI, uma vez, já tinha ouvido a musica no laboratolarilolela, e já conhecia a capa do LP, curiosamente do Portugal no seu melhor :\

Cócó, Ranheta e Facada (os nomes não estão em maiusculas por acaso) era o nome dos elementos desse grupo, curiosamente José (acho eu) Crispim, Pai de Mário, ele próprio, e também o Filho de Mário Crispim. Era Avô, Pai e Neto. :)

Nesse programa estiveram presentes preticamente todos os descendentes de José e Lena, assim como foi abordado o precurso musical de todos, mas agora são poucas as coisas que me lembro...

 
At 7/27/2006 08:10:00 PM, Blogger Irredutível said...

O mais curioso desta musica é mesmo a sonoridade... Faz lembrar aqueles westerns "holywoodescos" dos anos 50 e 60 ou até mesmo um sucesso de um grupo com por exemplo os "Mamas an Papas" ou outros da mesma época. :/

 
At 7/28/2006 01:35:00 PM, Anonymous artistatradicional said...

Que saudades... do tempo em que não havia computadores nos estúdios e tinham mesmo de ser músicos a tocar os instrumentos.

Tino obrigado por esta recordação.

 
At 7/30/2006 06:41:00 PM, Blogger Carca said...

Os cocó, ranheta e facada acabaram porque o Mário foi parar à coça, ao que parece...

Eu já tinha visto isto no Fórum Sons, numa thread onde fiquei a conhecer também a obra de Artur Gonçalves e daquele rapaz que cantava "Heroina, heroiiiiiiina, leva-me na tua nave de prata!". Essa última era bem metida aqui. Mais alternativa que essa duvido que encontres.

 
At 7/30/2006 06:41:00 PM, Blogger Carca said...

Onde se lê "coça" leia-se "choça".

 
At 8/03/2006 11:46:00 AM, Blogger SeñorDeLosAnillos said...

Sem dúvida uma pérola, mesmo que seja um "cover" de uma musica que já ouvi em alguma parte nalguma fase da minha vida! eheheh. E não há discussão quanto ao magnífico trabalho do coro, que tanto neste tema como noutros fazem as minhas delícias. Os "Ti ti ri ris" e os "la la la la las" bem como os " pi pi ri ris". Louvor aos coros!

 
At 8/07/2006 03:44:00 PM, Anonymous ricardo a. said...

Tino, era bem esgalhado arranjar também os Cócó Ranheta e Facada, se bem me lembro era o Crispim, o filho e o neto, neto esse que fez o grande hit "sou toxicodependete recuperado".

 
At 10/27/2006 04:48:00 PM, Anonymous Anonymous said...

da musica mais engraçada foi os mario^s que me fizerao rir (e nao forao a cocha como muitos dissem mario esta no basil a fazer espetaculos e marinho esta em portugal no bar a sorte do azar a tomar conta a final e de mario e marinho sao os donos em setubal quem nao sabe que nao falem)
pai e finho sao os menhores porque sao muito unidos

 

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home

eXTReMe Tracker